• qui. abr 18th, 2024

Mostra de Literatura lança livro de artistas

ByJORNAL GÓIAS

jan 4, 2024

O projeto Mostra de Literatura lança livro em comemoração à 10ª edição com depoimento de artistas sobre o ofício de viver de cultura

Muito se ouve que é impossível viver de arte e cultura, pelo menos para a grande maioria dos artistas. Contrariando essa máxima, o coletivo de escritores da Mostra de Literatura e a editora Pergunta Fixar registram depoimentos em livro de como trabalham com suas artes e como seu ofício traz renda para si.

O exemplo maior é do idealizador do projeto e coordenador-geral da Mostra. Andrey do Amaral pediu exoneração de seu emprego público no qual era concursado e estável. “Desde 2018, decidi me dedicar integralmente ao projeto e viver da minha arte. Várias pessoas me chamaram de louco à época, mas meu desligamento da Administração Pública foi bem planejado. Como sou um cara estratégico e acredito na Mostra de Literatura, creio que fiz uma opção sensata. Obviamente que tenho uma equipe maravilhosa que me auxilia com profissionalismo e dedicação. Por isso, essa decisão foi até fácil”, comenta Andrey.

Um bom projeto também precisa de um time de excelência. A multidisciplinaridade é uma característica marcante no coletivo, seja com os artistas, seja com o pessoal de backstage. Raquel Danzicourt, a coprodutora do evento, é quem comanda toda a articulação do trabalho e faz isso de forma dinâmica e objetiva. Apesar de morar em Rio Branco, no Acre, Danzicourt é quem dinamiza as atividades da Mostra. Ela, inclusive, organizou uma edição pocket no Acre. Já em Brasília, temos toda a desenvoltura de Mary Anne Pereira de Melo, a coordenadora de produção da Mostra.
Além da sagacidade e simpatia, Mary não permite que haja falhas na execução do evento. O fotógrafo faltou, ela assume; os carregadores desistiram, Mary pega as caixas; um artista se perdeu, a coordenadora assume. Mary foi e é essencial na técnica. Outra auxiliar que participou voluntariamente do projeto foi a Chef de Cozinha Natália Sávio, infelizmente falecida durante a 10ª Mostra de Literatura. Natália deixou saudade porque sempre fazia todos rirem e era muito competente em suas demandas. E, pra falar do backstage, destacamos a parceria do DJ Marcelo Kbça, o qual cuidou de toda a estrutura de som do evento com assistência de Marcelo Gustavo Simas, este entrando do universo da economia criativa e que deu um show nas ações de produção e engenharia de som.

A equipe da Mostra é grande. Em todo o projeto há mais de 50 pessoas trabalhando direta e indiretamente em três fases do evento: pré-produção, produção e pós- produção. Nas diversas etapas, trabalhamos a inclusão e a acessibilidade. O coordenador de acessibilidade é o professor e escritor Antonio Leitão, cego de nascença; e nossa articuladora e consultora é a produtora de audiovisual Cristina Moysés. Ambos são pessoas com deficiência em postos de destaque na Mostra. Toda essa coordenação fica a cardo de Raquel Danzicourt, coordenada pelo produtor
Andrey do Amaral.

Para comemorar o sucesso do projeto, foi lançado o livro Viver de arte e cultura pela Pergunta Fixar com textos de Adriana Ramos, Ana Maria Freitas Coelho, José Carlos Vieira, Cristina Moysés, Antonio Leitão, entre outros. A obra está disponível em três formatos: impresso, digital e braile e é dedicada à Chef Natália Sávio. As versões impressa e braile foram distribuídas gratuitamente em bibliotecas e espaços culturais do Distrito Federal. O e-book está disponível em português em mais de trinta livrarias de todo o mundo a preço módico, apenas R$ 1,90.

A Mostra de Literatura é um evento é realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. As apresentações artísticas, sempre gratuitas, giram em torno de contação de histórias, palhaçaria e educação por meio da literatura, dos livros e da leitura. Arte-educadores fazem performances, leitura de textos poéticos e em prosa com interação e participação ativa do público presente. Essa é a missão da Mostra de Literatura: levar informação, conhecimento, respeito e cidadania a grupos periféricos, escolas públicas, cidades mais afastadas, crianças, adolescentes, meninas e mulheres, idosos e todos aqueles que por alguma razão não tiveram acesso a produtos culturais.

Serviço
– Mostra de Literatura
– Informações: (68) 9202-4892 (somente whatsapp), Instagram @mostradeliteraturadf
e/ou mostradeliteratura@gmail.com