• dom. abr 14th, 2024

Últimas semanas do espetáculo Ouro Branco no Teatro Candido Mendes

ByJORNAL GÓIAS

set 3, 2019

Teatro Candido Mendes apresenta até 12 de setembro, às quartas e quintas-feiras, às 20h,  o espetáculo Ouro Branco, de André Ladeia. O espetáculo envolve a encenação de um texto surrealista, lastreado no teatro do absurdo.

A peça lida, entre outros temas, com ineficiência administrativa, morosidade do Judiciário, assédio moral e opressão num ambiente de trabalho. A rotina de quatro servidores é alterada pelo desatino do Procurador-Geral que, ao majorar suas jornadas, começa a persegui-los, promovendo uma verdadeira revolução no ambiente de trabalho. Quanto mais os servidores se insurgem, piores vão se tornando suas condições de trabalho. Tudo isso regado a devaneios envolvendo teorias de conspiração em vários períodos da História, calendário Maia, Astronomia e outras excentricidades. Uma tragicomédia que questiona os valores da Justiça e sua relevância nos dias atuais.  O elenco é formado por Charles Paraventi, Eduardo Gentil, Hilton Castro, Ícaro Galvão e Juliana Azevedo. A direção é de André Gonçalves e a produção é de Carolina Kezen.

“A peça, apesar de ser ambientada numa cidade fictícia e dialogar com o surrealismo, poderia muito bem retratar qualquer cidade brasileira. Nossas instituições públicas são tão grotescas e absurdas, que se torna muito tênue a linha que as separa a realidade da ficção”, afirma o autor, André Ladeia,  que também é poeta e foi procurador municipal por mais de oito anos.

“A peça traz uma ótima oportunidade de fazer um texto inédito, de um autor novíssimo, estreando no teatro e de fazer um pouco do Brasil que a gente vive, do passado e o atual, algo tão surreal, mas ao mesmo tempo, tão real. Que a nossa trajetória seja brilhante, que a gente possa fazer uma possibilidade do que incomoda tanto ao povo brasileiro: o serviço público e os nossos governantes”, ressalta André Gonçalves, diretor do espetáculo.

Ficha Técnica:

Dramaturgia: André Ladeia
Direção: André Gonçalves
Assistente de direção: Freddy Assis Ribeiro

Diretora de Produção: Carolina Kezen

Cenografia: Marcos Flaksman
Iluminação: Aurélio de Simoni
Figurino: Bidi Bujnowski
Visagismo: Nathalia Cavalcanti

Trilha Sonora Original: Paula Raia e Fellipe Mesquita

Direção de movimento e preparação vocal: Bel Machado

Designer: Aron Costa

Fotografia: Renan Yudi

Atores: Charles Paraventi (Henriquez), Eduardo Gentil (SubProcurador Geral), Hilton Castro (Rodrigues), Ícaro Galvão (Jovem) e Juliana Azevedo (Nara).

Serviço:  Ouro Branco 

Teatro Candido Mendes: Rua Joana Angélica, 63. Ipanema
Data: 12 de setembro
Quartas e quintas, às 20h
Valor: R$50, a inteira
Duração do espetáculo: 60 min
Capacidade: 103 lugares (1 para cadeirante)
Classificação: 14 anos.